20 de jan de 2011

Martin Luther King Jr.

     Hoje, nos Estados Unidos, é comemorado o dia de Martin Luther King Jr., uma pessoa que foi muito importante na luta para conquista dos direitos humanos, contra o preconceito, e por ser uma pessoa tão boa e importante merece uma homenagem aqui no blog.


     Martin Luther King , Jr. nasceu em Atlanta no dia 15 de janeiro de 1929, foi um pastor protestante e ativista político estado-unidense. Tornou-se um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos e no mundo, com uma campanha de não violência e de amor ao próximo.
     Ainda jovem, aos 19 anos, foi ordenado pastor batista e algum tempo depois se formou como Teólogo, pelo Seminário Teológico de Crozer. Para fazer uma pós-graduação, mudou-se para Boston, onde conheceu Coretta Scott, com quem se casou em 1953. No ano seguinte, King se tornou pastor da igreja batista de Montgomery, Alabama.
     Em 1955, Rosa Parks, uma mulher negra, se negou a dar seu lugar em um ônibus para uma mulher branca e foi presa. Os líderes negros da cidade organizaram um boicote aos ônibus de Montgomery para protestar contra essa imprudência a segregação racial em vigor no transporte. Durante a campanha de 381 dias, co-liderada por King, muitas ameaças foram feitas contra a sua vida, foi preso e viu sua casa ser atacada. O boicote foi encerrado com a decisão da Suprema Corte Americana em tornar ilegal a discriminação racial em transporte público.
     Em 1957, Luther King ajudou a fundar a Conferência da Liderança Cristã no Sul (CLCS), organização de igrejas e sacerdotes negros, que consagra King seu líder. O objetivo da organização era acabar com as leis de segregação, usando apenas métodos pacíficos.
     King era seguidor das ideias de desobediência civil não-violenta preconizadas por Mahatma Gandhi, e aplicava essas ideias nos protestos organizados pelo CLCS. King acertadamente previu que manifestações organizadas e não-violentas contra o sistema de segregação predominante no sul dos EUA, atacadas de modo violento por autoridades racistas e com ampla cobertura da mídia, iriam criar uma opinião pública favorável ao cumprimento dos direitos civis. Essa foi a ação fundamental que fez do debate acerca dos direitos civis o principal assunto político nos EUA a partir do começo da década de 1960.
     Ele organizou e liderou marchas a fim de conseguir o direito ao voto, o fim da segregação, o fim das discriminações no trabalho e outros direitos civis básicos. A maior parte destes direitos foi, mais tarde, agregada à lei estado-unidense.
     King foi responsável por dirigir a histórica "marcha" para Washington, em agosto de 1963. Foi nessa ocasião que fez o famoso discurso I have a dream (Tenho um sonho).
     Li I have a dream inteiro e as parte que mais me tocaram foi quando ele fala "Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da pele, mas pelo conteúdo de seu caráter. Eu tenho um sonho hoje! [...] Esta é nossa esperança. Esta é a fé com que regressarei para o Sul. Com esta fé nós poderemos cortar da montanha do desespero uma pedra de esperança. Com esta fé nós poderemos transformar as discórdias estridentes de nossa nação em uma bela sinfonia de fraternidade. Com esta fé nós poderemos trabalhar juntos, rezar juntos, lutar juntos, para ir encarcerar juntos, defender liberdade juntos, e quem sabe nós seremos um dia livres. Este será o dia, este será o dia quando todas as crianças de Deus poderão cantar com um novo significado."
     O discurso completo pode ser lido aqui.
     Em 1964, foi a pessoa mais nova a receber o Prêmio Nobel da Paz, então com trinta e cinco anos.
     Martin Luther King era odiado por muitos segregacionistas do sul, o que culminou em seu assassinato no dia 4 de abril de 1968, momentos antes de uma marcha, num hotel da cidade de Memphis. James Earl Ray confessou o crime, mas anos depois repudiou sua confissão. A viúva de King, Coretta Scott King, junto com o restante da família do líder, venceu um processo civil contra Loyd Jowers, um homem que armou um escândalo ao dizer que lhe tinham oferecido 100 mil dólares pelo assassinato de King.
     Em 1986 foi estabelecido um feriado nacional nos Estados Unidos para homenagear Martin Luther King, o chamado Dia de Martin Luther King - sempre na terceira segunda-feira do mês de janeiro, data próxima ao aniversário de King. Em 1993, pela primeira vez, o feriado foi cumprido em todos os estados do país.

     São essas atitudes em favor da paz como as de Luther King que devem ser seguidas para sempre, todos devemos sempre lembrar que somos todos humanos não importa a cor de nossa pele, nossa religião ou qualquer outra coisa que nos distingua. Todos somos diferentes, claro, mas as nossas diferenças têm que nos unir e não nos separar.

TUDO SOBRE QUALQUER COISA a favor da IGUALDADE DE DIREITOS

8 comentários:

Anônimo disse...

vc fala tudu sobre martin luthér king amei eu tirei 10 no trabalho que eu fis sobre ele graças a seu blog

Anônimo disse...

que otimo site

Anônimo disse...

gostei é uma grande homem !

brena hiara e ananda muniz disse...

parabens por esse blog
tirei 10 por caulsa desse blog
valeuu martin luther king

Anônimo disse...

parabes
martin luyther king
by anabnda muniz

Anônimo disse...

ual adorei tudo ja sabia muito sobre o luther king mas este site me superou

Anônimo disse...

Eu tirei dez graças ao blog.obrigado

Anônimo disse...

Me ajudou bastante n sei oq seria de mim sem esse blog n sei como faria minha recuperCao sobre king

Postar um comentário

- Para evitar que seu comentário venha a ser excluído, leia a política de comentários do blog.
- Antes de fazer uma pergunta dê uma olhada na página de FAQ para ver se sua pergunta já não foi respondida lá.

Obrigada por comentar. Saber que minhas postagens são valorizadas por outras pessoas é o que me faz continuar com o blog