8 de mai de 2011

Dia das Mães

Após estudar bastante para a minha prova de história de amanhã (já falei para vocês da minha dificuldade de passar em história) e ainda ter tempo de assistir parte do Fantástico, consegui um tempinho para fazer uma pequena homenagem às mães não só do Brasil, mas do mundo inteiro. E parabéns para a minha mãe que deve ler meu post.
     O Dia das Mães teve a sua origem no princípio do século XX, quando uma jovem norte-americana, Anna Jarvis, perdeu sua mãe e entrou em completa depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória da mãe de Annie com uma festa.
     Annie quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Em pouco tempo, a comemoração e, consequentemente, o Dia das Mães se alastrou por todos os Estados Unidos e, em 1914, sua data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson: dia 9 de Maio.
     Apesar das datas da comemoração variarem em cada um dos países, a intensão é a mesma. Esse dia, seja lá em qual data seja comemorado, é dedicado a todas as mães do mundo. É dia de você lembrar o que a sua mãe fez por você durante a sua vida e ver o quanto você ama, se ela estiver viva é sempre bom lhe dar um abraço e desejar um "feliz dia das mães", mas se não estiver, lembre dela e dos bons momentos que passaram juntos enquanto ela estava viva.
     Todas as mães que acolhem seus filhos, que lhes dá amar, carinho, atenção, que cuida deles acima de tudo, merecem ter mesmo bom dia das mães. Não importa se você tem muitos filhos, ou se tem poucos, mesmo que seja só um, nem importa se seus filhos já estão grandes, ou se ainda são pequenos, mesmo que nem tenham nascido ainda, até mesmo se os filhos não forem seus biológicamente, mas se você os ama de verdade, então tudo bem.

     Encero meu post de hoje com um poema de J.Bernardo para as mães:

     Mãe, amor sincero sem exagero.
     Maior que o teu amor, só o amor de Deus...
     És uma árvore fecunda, que germina um novo ser.
     Teus filhos, mais que frutos, são parte de você...

     És capaz de doar a própria vida para salva-los.
     E muito não te valorizam...
     Quando crescem, de te esquecem.
     São poucos, os que reconhecem...

     Mas, Deus nunca lhe esquecerá.
     E abençoará tudo que fizerdes aos seus...
     Peço ao Pai Criador que abençoe você.
     Um filho precisa ver o risco que é ser mãe...
     Tudo é cirurgia, mas ela aceita com alegria.
     O filho que vai nascer...

     Obrigado é muito pouco, presente não é tudo.
     Mas, o reconhecimento, isso! Sim, é pra valer...
     Meus sinceros agradecimentos por este momento.
     Maio, mês referente às mães, embora é bom lembrar...
     Dia das mães, que alegria é todo dia.

1 comentários:

Any Brasil disse...

que lindo seu post. ser mãe é viver todas as diferencças e amar mesmo.
trendluxo.blogspot.com

Postar um comentário

- Para evitar que seu comentário venha a ser excluído, leia a política de comentários do blog.
- Antes de fazer uma pergunta dê uma olhada na página de FAQ para ver se sua pergunta já não foi respondida lá.

Obrigada por comentar. Saber que minhas postagens são valorizadas por outras pessoas é o que me faz continuar com o blog