9 de fev de 2011

Pirâmides de Gizé

     Bruno, um de nossos seguidores, deixou um comentário no post de ontem falando sobre as coisas no mundo que ninguém sabe a origem, e falou das Pirâmides de Gizé, que tem um grande mistério por trás de si, não tinha pensado em falar nelas, mas quando ele me falou dessas pirâmides vi que seria um assunto muito interessante para ser postado, então queria agradecer ao Bruno pelo assunto maravilhoso que ele me deu.

     As Pirâmides de Gizé são três pirâmides - Quéops, Quéfren e Miquerinos - localizadas na esplanada de Gizé, na antiga necrópole da cidade de Mênfis, que atualmente integra o Cairo, no Egito.
     Estas três majestosas pirâmides foram construídas como tumbas reais para os reis Kufu (ou Quéops), Quéfren, e Menkaure (ou Miquerinos). A maior delas, com 160 metros de altura, é chamada Grande Pirâmide, e foi construída cerca de 2550 a.C. para Kufu, no auge do antigo reinado do Egito.
     As pirâmides de Gizé são um dos monumentos mais famosos do mundo. Como todas as pirâmides, cada uma faz parte de um importante complexo que compreende um templo, uma rampa, um templo funerário e as pirâmides menores das rainhas, todo cercado de túmulos (mastabas) dos sacerdotes e pessoas do governo, uma autêntica cidade para os mortos.
     As valas aos pés das pirâmides continham botes desmontados: parte integral da vida no Nilo sendo considerados fundamentais na vida após a morte, porque os egípcios acreditavam que o defunto-rei navegaria pelo céu junto ao Rei-Sol. Apesar das complicadas medidas de segurança, como sistemas de bloqueio com pedregulhos e grades de granito, todas as pirâmides do Antigo Império foram profanadas e roubadas possivelmente antes de 2000 a.C.
     As Pirâmides Egípcias sempre foram cercadas de mistério. A primeira foi construída cerca de 4.500 anos atrás e até o fim do século XIX nenhum outro prédio em todo o planeta chegou ao seu tamanho. Os egípcios antigos tinham um conhecimento preciso de geometria e astronomia o que levou a algumas pessoas a pensar que as pirâmides não foram construídas pelo homem, mas por uma raça alienígena que visitou o nosso planeta há milhares de anos.
     Ao que parece, todas as construções na planície de Gizé estão espetacularmente alinhadas. No solstício de verão, quando visto da Esfinge, o Sol se põe exatamente no centro da Grande Pirâmide e de sua vizinha, a pirâmide de Quéfren. No dia do solstício de inverno, visto da entrada da Grande Pirâmide, o Sol nasce exatamente do lado esquerdo da base da cabeça da Esfinge e passa toda a cabeça até se pôr ao lado direito de sua base. A geometria das três pirâmides tem sido uma fonte de confusão por muitos anos, por causa da maneira aparentemente imperfeita com que foram alinhadas. É curioso, porque foram os egípcios os inventores da geometria.
     Por outro lado, a pirâmide está colocada num lugar muito especial na face da Terra – ela está no centro exato da superfície terrestre do planeta, dividindo a massa de terra em quadrantes aproximadamente iguais. O meridiano terrestre a 31º a leste de Greenwich e o paralelo a 30º ao norte do equador são as linhas que passam pela maior parte da superfície terrestre do globo. No lugar onde essas linhas se cruzam está a Grande Pirâmide, seus eixos norte-sul e leste-oeste alinhados com essas coordenadas.
     A Grande Pirâmide de Quéops pode ser a mais velha construção do mundo inteiro e a mais corretamente orientada, com seus lados orientados quase que exatamente para o norte, sul, leste e oeste, o que é impressionante já que na época de sua construção não havia bússulas. 
     Robert Bauval e Adrian Gilbert têm um estudo astronômico muito interessante sobre as pirâmides. Os dois publicaram suas descobertas preliminares no livro The orion mystery, também fizeram um documentário para a TV em 1995, lançando uma nova e intrigante luz sobre o assunto. Os pontos de vista expressados no livro e no documentário foram inicialmente desprezados pelos egiptólogos acadêmicos, mas, conforme as evidências foram reforçando sua teoria, mais e mais gente a foi aceitando.
     Foram esses dois autores os primeiros a descobrir que as três pirâmides ficam exatamente embaixo da constelação de Orion e quando de noite, cada uma das estrelas fica exatamente na direção dos respiradouros (abertura na parte de cima das pirâmides) de cada uma das pirâmides (pode ser observado nas imagens abaixo).

5 comentários:

Rart og Grotesk disse...

há todo um mistério por trás dessas pirâmides, quero um dia conhecer o Egito por causa delas! Mas não agora!!Com essa manifestação que tá tendo lá, não dá para ir p/ lá não!!

valeu pela visita!bjos

Ivone Poemas disse...

MUITO BOA POSTAGEM! SÃO ESSES ASSUNTOS QUE ME CATIVAM, POIS É, JÁ SOU SUA SEGUIDORA E OBRIGADA POR ME SEGUIR E POR SUAS PALAVRAS EM MEU BLOG!
"POEMAS SEM PEIAS" É MAIS UM DOS MEUS BLOGS, TENHO O "LEVITAR EM BRANCAS NUVENS", ONDE VOCÊ DEIXOU O SEU AMAVEL COMENTARIO!
IVONE POEMAS
HENRISTO.BLOGSPOT.COM
UM ABRAÇO!
IVONE.

Bruno JP Teixeira disse...

OBRIGADO PELA CITAÇÃO!

VEJO TAMBÉM QUE A MINHA AMIGA IVONE É AGORA UMA SEGUIDORA SUA.

PARABÉNS!!
Abrçs.
Bruno JP Teixeira - O Portuga
http://brunojpteixeira.blogspot.com/

Flavia Werlang disse...

Oi Rafa, acabei de ler seu recado no meu blog
Obrigada pelo carinho :)
Um grande beijo
Flavia e Luna!!

Osmar C. de Lima disse...

Sou defensor da teoria dos antigos astronautas, não sei como se ainda tentar negar o inegavel, tenho certeza que tudo isso foi feito por seres humanos, mas com ferramentas e coordenação extraterreste, também to postando no meu blog trexos do livro Eram os deuses astronautas de Erick Von Daniken.... deusesalienigenas.blogspot.com

Postar um comentário

- Para evitar que seu comentário venha a ser excluído, leia a política de comentários do blog.
- Antes de fazer uma pergunta dê uma olhada na página de FAQ para ver se sua pergunta já não foi respondida lá.

Obrigada por comentar. Saber que minhas postagens são valorizadas por outras pessoas é o que me faz continuar com o blog