7 de mar de 2011

Tom Mix

     Hoje estava vendo a capa do cd Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band, dos Beatles, e fui ver o nome de cada pessoa que estava na capa (todos estavam escritos em um papel que vem dentro do embalagem do cd), olhando para cada indivíduo do cd, vi um homem um tanto peculiar pois estava com um chapelão branco na cabeça, e me perguntei "quem é esse sujeito?", consultei o papel com os nomes e descobri que era Tom Mix, um ator antigo (ele está entre John Lennon e a estátua de cera de Paul McCartney na imagem ao lado). Como sempre muito curiosa, pesquisei na internet quem era Tom Mix e, claro, tenho que compartilhar com vocês a minha descoberta.

     Thomas Hezikiah Mix nasceu em Mix Run, no estado americano da Pennsylvania, no dia 6 de janeiro de 1880 e foi um dos primeiros grandes ídolos do cinema. Foi um ator de grande sucesso na era do cinema mudo, atuando preferencialmente no gênero western.
     Em 1898, com a declaração da guerra à Espanha, alistou-se no exército, ocultando sua verdadeira idade, e incorporou-se à Bateria do 4º Regimento da Artilharia, que protegia os depósitos de pólvora, no rio Delaware, chegando ao posto de sargento e participando da evacuação do Forte Monroe.
     Ele chegou a realistar-se, posteriormente, na tentativa de lutar na Guerra dos Boers, mas não chegou a partir para a África do Sul ou para a China. Casou, nessa época, com Grace I. Allin, a primeira de suas cinco esposas.
     Se mudou com a esposa para Oklahoma, onde tentou ser músico, como tocador de tambor na Banda da Cavalaria, depois foi garçom e xerife. Aos 25 anos, ingressou no Miller Brother’s 101 Real Wild West Ranch, o mais famoso espetáculo do oeste, aprendendo assim a vida de cowboy, tornando-se campeão de rodeio. Casou-se, então, com Kitty Jewell Perrine, sua segunda esposa.
     Em 1909, casou-se pela terceira vez, com Olive Stockes, e ambos trabalharam no Widerman Wild West Show, em Amarillo, no Texas. Tiveram uma filha, Ruth, também atriz. Posteriormente ambos se uniram ao Will A. Dickey’s Circle D Ranch Wild West Show and Indian Congress, que oferecia cowboys para os filmes de western da Selig Poliscope Company.
     Para reforçar o personagem que colocava nas telas, Mix tornou-se na vida real o cowboy-herói que interpretava, forjando uma biografia aventurosa e gastando os milhares de dólares ganhos no Cinema.
     Em 1917, a Selig ficou em péssima situação financeira. Tom Mix foi trabalhar para William Fox e, passando aos longas-metragens, fez logo um estrondoso sucesso. Segundo a maioria dos comentaristas a melhor fase de sua carreira foi o período em que trabalhou na Fox.
     Alguns anos mais tarde, se casou com Victoria Forde, com quem foi parceira em vários filmes e teve sua segunda filha, chamada Thomasina. Nessa época passou a ganhar um salário de 17.500 dólares semanais (quase um milhão por ano), morava numa magnífica mansão em Sunset Drive, Beverly Hills e levava uma vida suntuosa que, aliada ao seu passado fictício, reforçava a imagem lendária do astro-cowboy.
     Em 12 de outubro de 1940, Tom Mix dirigia seu carro Cord, vestido de cowboy, e na parte traseira do carro trazia duas maletas de metal. Perto de Florence, no Arizona, Mix não percebeu um grupo de operários trabalhando e, quando foi desviá-los, capotou, e uma das maletas o atingiu na nuca, quebrando-lhe o pescoço.

2 comentários:

ativista disse...

Que Legal é teu blog,parabéns.
Seguindo ta,segue ai tbm Rafa.
http://hiphopactivistface.blogspot.com/
abçs

Bruno JP Teixeira disse...

MAIS UMA CURIOSIDADE...

ABRÇS.
BRUNO JP TEIXEIRA - O PORTUGA
http://brunojpteixeira.blogspot.com/

Postar um comentário

- Para evitar que seu comentário venha a ser excluído, leia a política de comentários do blog.
- Antes de fazer uma pergunta dê uma olhada na página de FAQ para ver se sua pergunta já não foi respondida lá.

Obrigada por comentar. Saber que minhas postagens são valorizadas por outras pessoas é o que me faz continuar com o blog