10 de jun de 2011

Eleanor Rigby

Hoje finalmente deu um tempinho para eu postar aqui, e vou falar lhes sobre uma história bem interessante de uma música muito legal da minha banda favorita, os Beatles.
      Eleanor Rigby é uma canção da banda de rock The Beatles e foi lançada originalmente no álbum Revolver de 1966. A estátua da imagem ao lado foi esculpida em dezembro de 1982 na cidade de Liverpool, e representa uma idosa solitária em homenagem à canção.
     Paul McCartney falou sobre a criação da música: "Eu estava sentado ao piano, quando eu pensei nisso. Os primeiros compassos apenas vinheram a mim, e eu tinha esse nome na minha cabeça: 'Daisy Hawkins, apanha o arroz na igreja'. Não sei por quê. Eu não conseguia pensar em muito mais, assim parei coloquei a canção de lado por um dia. Em seguida, o nome de Pai McCartney veio falar comigo e todas as pessoas solitárias. Mas eu pensei que as pessoas iriam pensar que a música era sobre o meu pai sentado à tricotar meias. Então eu fui através do livro de telefone e eu tenho o nome McKenzie"
     Outros acreditam que o Padre McKenzie se refere ao Pai 'Tommy' McKenzie, que era o patrão em Northwich Memorial Hall.
     McCartney disse que ele veio com o nome Eleanor da atriz Eleanor Bron, que estrelou com os Beatles no filme Help!. Rigby veio do nome de uma loja em Bristol, Rigby & Evens Ltd, Wine & Spirit Shippers, que notou ao ver sua então namorada Jane Asher atuar em Happiest Days Of Your Life. Ele lembrou, em 1984, "Eu só gostei do nome. Eu estava procurando um nome que soava natural. Eleanor Rigby soava natural."
     Em meados dos anos 80, um túmulo de uma mulher que viveu entre 1895 e 1939 foi achado na St Peter's Church, o local onde Lennon e McCartney se conhecerem. Na ocasião, Macca chegou a afirmar que a imagem do epitáfio na igreja possa ter ficado subconscientemente na sua cabeça até escrever a canção.
      Em 2008, Paul doou para um leilão de caridade registros antigos de um hospital em Liverpool. Não se sabe como ele conseguiu os documentos, mas ali está a prova de que Eleanor Rigby realmente existiu. Consta no documento uma assinatura de uma garota de 14 anos chamada "E. Rigby", que trabalhava como faxineira no City Hospital, de Parkhill. McCartney não se pronunciou.

3 comentários:

Any Brasil disse...

adooooro. trendluxo.blogspot.com

fantasia disse...

Rafaela,
Com todo respeito ao seu gosto pelos Beatles, mas eu só consegui ler sua estória até a palavra "vinheram"... dali pra frente eu não dispus-me a ler mais. Lamento...

Rafa de Oliveira disse...

Pois é, fantasia, esse post é mais voltado para quem gosta dos Beatles porque os beatlemaníacos sim têm interesse por ele, mas se você não gosta da banda fica difícil ter entusiasmo para ler.

Postar um comentário

- Para evitar que seu comentário venha a ser excluído, leia a política de comentários do blog.
- Antes de fazer uma pergunta dê uma olhada na página de FAQ para ver se sua pergunta já não foi respondida lá.

Obrigada por comentar. Saber que minhas postagens são valorizadas por outras pessoas é o que me faz continuar com o blog