26 de fev de 2011

Dengue

     Queria comentar antes que, como os que seguem o blog tevem ter percebido, mudei completamente o visual dele, tava ficando enjoada daquele antigo (rsrs).

     Ontem estavam destribuindo em um monte de lugares, até no meu colégio, uns adesivos escrito "Todos contra a Dengue". Como vocês devem saber o Brasil está passando um período difícil com a dengue, várias pessoas estão morrendo com essa doença. Então dediquei o post de hoje a concientizá-los sobre a importância dessa doença e como vocês poderão se prevenir.

     A palavra dengue tem origem espanhola e quer dizer "melindre", "manha". O nome faz referência ao estado de moleza e prostração em que fica a pessoa contaminada pelo arbovírus (abreviatura do inglês de arthropod-bornvirus, vírus oriundo dos artrópodos).
     O dengue é uma doença infecciosa causada por um arbovírus (existem quatro tipos diferentes de vírus do dengue: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4), que ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos.
     O mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti (foto ao lado), foi introduzido na América do Sul através de barcos (navios negreiros) provenientes da África, no periodo período colonial, junto com os escravos. Houve casos em que os barcos ficaram com a tripulação tão reduzida, por conta da doença, que passaram a vagar pelos mares, constituindo os "navios-fantasmas".
     O intervalo entre a picada e a manifestação da doença chama-se período de incubação. É só depois desse período que os sintomas aparecem. Geralmente os sintomas se manifestam a partir do terceiro dia depois da picada do mosquitos.
     O dengue clássico se inicia de maneira súbita e podem ocorrer febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores nas costas. Às vezes aparecem manchas vermelhas no corpo. A febre dura cerca de cinco dias com melhora progressiva dos sintomas em 10 dias. Em alguns poucos pacientes podem ocorrer hemorragias discretas na boca, na urina ou no nariz. Raramente há complicações.
     Dengue hemorrágico é uma forma grave de dengue. No início os sintomas são iguais ao dengue clássico, mas após o quinto dia da doença alguns pacientes começam a apresentar sangramento e choque. Os sangramentos ocorrem em vários órgãos. Este tipo de dengue pode levar a pessoa à morte. Dengue hemorrágico necessita sempre de avaliação médica de modo que uma unidade de saúde deve sempre ser procurada pelo paciente.
      É importante procurar orientação médica ao surgirem os primeiros sintomas, pois as manifestações iniciais podem ser confundidas com outras doe
nças, como febre amarela, malária ou leptospirose e não servem para indicar o grau de gravidade da doença.
     Não existe tratamento específico para dengue, apenas tratamentos que aliviam os sintomas. Deve-se ingerir muito líquido como água, sucos, chás, soros caseiros, etc. Os sintomas podem ser tratados com dipirona ou paracetamol. Não devem ser usados medicamentos à base de ácido acetil salicílico e antiinflamatórios, como aspirina e AAS, pois podem aumentar o risco de hemorragias.
     Lembre-se: o melhor tratamento para a dengue é a prevenção!

3 comentários:

Rart og Grotesk disse...

não podemos bobear, temos que prevenir e evitar esse bichinho maldito.
bom fim de semana!
Gostei do novo visual!
bjos

http://artegrotesca.blogspot.com

Any Brasil disse...

ai isso é horrivel, eu nunca peguei dengua, mas nem quero. bjosss
trendluxo.blogspot.com

Bruno JP Teixeira disse...

BELO POST. CONSCIENTIZAÇÃO É TUDO!!!

Abrçs.
Bruno JP Teixeira - O Portuga
http://brunojpteixeira.blogspot.com/

Postar um comentário

- Para evitar que seu comentário venha a ser excluído, leia a política de comentários do blog.
- Antes de fazer uma pergunta dê uma olhada na página de FAQ para ver se sua pergunta já não foi respondida lá.

Obrigada por comentar. Saber que minhas postagens são valorizadas por outras pessoas é o que me faz continuar com o blog