26 de mar de 2011

Lomografia

     Tenho que avisar primeiramente que: o blog voltou a ter o mesmo endereço de antes, o motivo são alguns problemas que tive tendo endereço novo, então tivemos que voltar a usar o antigo, então, lembrando podem continuar acessando o TSQC pelo endereço rafadeoliveira-tudosobrequalquercoisa.blogspot.com

Tumblr_lnwuk1yerl1qjzb4no1_500_large
Exemplo de máquina lomográfica

     Desculpa não ter postado ontem, mas é que estava muito atarefada com minhas tarefas do colégio, além de agora estou começando a treinar para a OBM (Olimpíada Brasileira de Matemática) que irei competir mais uma vez esse ano (competo desde 2009), mas hoje venho mais uma vez aqui com vocês.

     Fazia um bom tempo que a Melissa não aparecia por aqui, já que agora ela tem o blog dela, mas hoje estávamos conversando no msn e ela me sugeriu que falasse no blog sobre Lomografia, depois de pesquisar e saber mais um pouco sobre o assunto, achei bem interessante.

     Lomografia é um fenómeno fotográfico que é produzido por uma câmera automática, de alta sensibilidade, capaz de registrar cor e movimento sem necessidade de flash e sem deformação. O processo consiste no recepção contínua de luz que é feito através do sistema de exposição automático, chegando a durar 30 segundos.
      Outro efeito produzido por esse tipo de máquina, dependendo do modelo e da lente, é o olho de peixe, no qual a fotografia fica com uma moldura circular (como exemplo a imagem ao lado).
     O nome é uma referência ao modelo LOMO LC-A, uma câmera compacta da marca LOMO. A LOMO é baseada na Cosina CX-1 e começou a ser produzida em 1980. As lentes das máquinas Lomo são de plástico e produzem efeitos artísticos. As lentes antigas talvez fossem melhores.
     No ano de 1982, quando o mundo ainda estava em plena Guerra Fria. Na URSS, o general Igor Petrowitsch Kornitzky, do Ministério da Indústria e da Defesa Soviético, ordenou ao diretor da empresa LOMO, Michael Pantiloff, a produção maciça de máquinas fotográficas pequenas, robustas e fáceis de usar. O general amante da fotografia, tinha-se deixado encantar por uma pequena máquina japonesa, muito resistente e cujas lentes eram de qualidade excepcional. A ideia era produzir Lomos baratas para que estas se tornassem verdadeiros instrumentos de propaganda, com todas as famílias da URSS a documentarem amplamente, graças a elas, o estilo de vida soviético. A Lomo Kompact Automat foi produzida em série e vendida não só na União Soviética, mas também em países como o Vietname, a Alemanha de Leste e Cuba.
     A "Lomomania" propriamente dita começa em Praga em 1991, quando dois jovens vienenses, de férias na capital da República Tcheca, descobriram a máquina Lomo. Começaram então a fotografar tudo, muitas vezes sem sequer olhar o que estavam fotografando. Quando voltaram para casa, o fascínio dos dois fotógrafos pela cor, a luz e a qualidade das imagens (focadas ou desfocadas) foi tão contagioso que rapidamente a moda das Lomo se espalhou entre os jovens da cidade.
     Em 1995 nascia em Viena, na Áustria, a Sociedade Lomográfica e a primeira Lomo Embaixada, com o objetivo de impedir o desaparecimento das pequenas máquinas fotográficas russas, uma vez que a fábrica tinha acabado com a produção. A Sociedade Lomográfica organizou uma série de vendas de Lomos no âmbito de diversos eventos culturais, que serviram para afirmar o valor artístico da Lomografia.
     Um dos grandes projectos da Sociedade Lomográfica em colaboração com as várias embaixadas espalhadas por mais de cinquenta cidades em todo o mundo, é a constituição do Lomo Word Archive, um registro visual, à escala mundial, graças às fotografias dos lomógrafos de todo o mundo.
     O ano de 2010 ficará marcado na lembrança de todos os Lomógrafos do mundo. A Lomo invadiu a Photokina, em Colônia, na Alemanha, e espalhou a paixão pela fotografia analógica anunciando as "Profecias para o Futuro Analógico". Durante a feira, três novas câmeras foram lançadas: A Spinner 360º, que faz fotos girando em torno de seu próprio eixo, e duas edições limitadas, de novas cores, celebrando a Lomo LC-A+, precursora do sucesso da marca Lomo. Além do lançamento das câmeras, de novos modelos de filmes e de acessórios da marca, a Lomography relançou seu website, com novos recursos e melhor experiência online.
     A arte de fotografar com uma Lomo consiste em fotografar ao acaso, de forma imprevisível. A Lomografia não é uma fotografia encenada, produzida; é uma fotografia do cotidiano. Todo lomógrafo segue dez regras para fotografar com sua Lomo:

     1 - Leve a sua Lomo para onde vá.
     2 - Fotografe a qualquer hora do dia ou da noite.
     3 - A Lomografia não interfere na sua vida, é parte dela.
     4 - Aproxime-se o mais possível do objecto a ser fotografado.
     5 - Não pense.
     6 - Seja rápido.
     7 - Você não precisa saber antecipadamente o que vai fotografar...
     8 - ...Nem posteriormente.
     9 - Não fotografe com os olhos.
     10 - Não se preocupe com as regras.

     Se você estiver interessado em comprar uma máquina lomográfica, clique aqui e veja um site com várias opções para compra.

1 comentários:

Any Brasil disse...

que tuuudo , amei o post.
as imagens ficam tudo.
trendluxo.blogspot.com

Postar um comentário

- Para evitar que seu comentário venha a ser excluído, leia a política de comentários do blog.
- Antes de fazer uma pergunta dê uma olhada na página de FAQ para ver se sua pergunta já não foi respondida lá.

Obrigada por comentar. Saber que minhas postagens são valorizadas por outras pessoas é o que me faz continuar com o blog